Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial das Missões

“Juntamente com os jovens levemos o evangelho a todos”.

 

 

Partilho com a comunidade paroquial tópicos da mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial das Missões de 2018.

 

A vida é uma missão: Todo o homem e mulher é uma missão e esta é a razão na qual se encontra o viver na terra. Ser atraídos e ser enviados são os dois movimentos que o nosso coração, sobretudo quando é jovem em idade, sente como forças interiores do amor que prometem futuro  e impelem a nossa existência para frente. Ninguém, como os jovens, sente quando irrompe a vida e atrai. Devemos refletir sobre esta realidade: “Eu sou uma missão nesta terra, e para isso estou neste mundo”.

 

Anunciamos-vos Jesus Cristo: A Igreja, ao anunciar aquilo que gratuitamente recebeu (Mt 10,8), partilha convosco, queridos jovens, o caminho e a verdade que conduzem ao sentido de viver nesta terra. Jesus Cristo, morto ressuscitado por nós oferece-se a nossa liberdade e desafia-a a procurar, descobrir e anunciar este sentido verdadeiro e pleno. Não ter medo de Cristo e de sua Igreja. Neles este o tesouro que enche a vida de alegria. A partir da cruz de Jesus, aprendemos a lógica divina da oferta de nós mesmos, como anúncio do evangelho para a vida do mundo. Ser inflamados pelo amor de Cristo que faz crescer e ilumina aquele que ama e se doa.

 

Transmitir a fé até aos últimos confins da terra: Pelo batismo, também vós, jovens sois membros vivos da igreja e, juntos, temos a missão de levar o evangelho a todos. Estais a desabrochar para a vida e a crescer na graça da fé, que nos foi transmitida pelos sacramentos da igreja que nos integra num fluxo de gerações de testemunhas, onde a sabedoria daqueles que tem experiência se torna testemunho e encorajamento para quem se abre ao futuro. E, por sua vez, a novidade dos jovens torna-se apoio e esperança, para aqueles que estão próximas da meta do seu caminho. Na convivência das várias idades da vida, a missão da igreja constrói pontes intergeracionais, nas quais a fé em Deus e o amor ao próximo constituem fatores de profunda união. Por isso, essa transmissão da fé, na igreja acontece através do contágio do amor. Hoje a periferia mais desolada da humanidade carente de Cristo é a indiferença à fé ou mesmo o ódio contra a plenitude divina da vida. Toda a pobreza, material e espiritual e a discriminação de pessoas e sempre consequência da recusa de Deus e seu amor.

 

Hoje o mundo digital, as redes sociais, diluem fronteiras, reduzem as indiferenças. Tudo parece estar ao alcance da mão, tudo tão próximo e imediato. Podemos ter miríades de contatos, mas nunca estaremos imersos numa verdadeira comunhão de vida.

 

Testemunhar o amor: Muitos jovens encontram. No voluntariado missionário uma forma para servir os mais pequenos, promovendo a dignidade humana e testemunhando a alegria de amar e ser Cristão. Estas louváveis formas de serviço missionário, são um começo fecundo para o seu discernimento vocacional.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

+ Notícias
Please reload

Redes Sociais
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter ícone social
Siga
Please reload

  • w-facebook
  • YouTube - White Circle

© 2012 -Paróquia Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos | Cascavel - PR. -  TODOS OS DIREITOS RESERVADOS